quinta-feira, 28 de abril de 2016

Os Corujas Deny & Dino



Quem viveu a jovem guarda lembra um dos grandes sucessos deles a canção 'Coruja' que 
estourou nas paradas em todo Brasil. A dupla se conheceu em Santos, em 1956, 
e no final da década de 1950 formavam "Os Boas Pintas", que cantava nas rádios e boates. 
Nos anos 60, convidados para participar dos programas de televisão de Hugo Santana, 
adotaram os cognomes de Deny e Dino, e na época gravaram o primeiro compacto, 
para a Odeon,
 em 1966, com a música Coruja (da dupla), que obteve grande sucesso. 
Foram descobertos e apadrinhados pelo cantor Tony Campello, um dos precursores 
do rock nacional, produtor e descobridor de talentos.


. Uma das características que marcou o visual da dupla era o uso da barbicha. 
A dupla gravou mais de 30 compactos e 10 LPs e participou de muitos programas 
de televisão da década de 1960. Assunto obrigatório em jornais e revistas, a dupla esteve
 com muitas outras músicas nas paradas de sucesso da época e ganhou vários discos de ouro 
e troféus como os famosos Chico Viola e Roquete Pinto. Suas músicas também foram
 tocadas em todos os países da América Latina. 


Após a morte de Dino, em 1994, Deny continuou carreira com outro parceiro,
 Elliot de Souza Reis, que desde 1996 manteve o cognome Dino, e gravou o
 CD Essencial (selo Acervo, 1995), com regravações de antigos sucessos ao lado de 
músicas novas. Deny participou também de shows comemorativos dos 30 anos da 
Jovem Guarda e passou a apresentar programas de rádio dedicados ao rock das décadas 
de 1950 e 1960.

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

ROBERTO NOGUEIRA



Roberto Nogueira começou sua carreira em 1965 no Recife no programa
VOCÊ FAZ O SHOW de Fernando Castelão, vitorioso na sequencia de calouros
Escada da Fama.
No mesmo ano foi contratado pela TV Jornal - Canal 2 - Recife onde atuou durante o 
período de 1965 - 1966 inclusive participando como ator da primeira ma novela
UM AMOR DE COLEGIAL, gravando também o seu tema.
Em 1966 foi contratado pela gravadora Rozemblit (Discos Mocambo) onde gravou seu 
primeiro compacto com as musicas:

1.Ate setembro (See you in september) - Wayne - Edeads - Versão, Romeu Nunes
1.Lagrima triste - Êda Reis

Transferindo-se  de Recife para o Rio De Janeiro atuou nas principais TVs do
Rio de Janeiro e São Paulo. E trabalhou nas principais casas noturnas.
Em 1967 Gravou na Mocambo o seu segundo compacto:

Esperando por ti (Lady) - Kaempfert - Versão de Benny Wolkof

Com esse compacto recebeu o premio de Revelação do Ano no Rio de janeiro.
Esperando por ti esteve nas paradas de sucesso em todo o Brasil, principalmente
no nordeste.

Em 1968 Gravou seu terceiro compacto na Mocambo com as musicas:

1.Não deixarei de ti amar - Marcos André & Jorge Wanderley
2.Canção pra você - Marcos André & Jorge Wanderley

Em 1969 se desligou da gravadora Mocambo e assinou com a RCA Victor.
1970 - 1971 Voltou para Recife passando a atuar em shows por todo o nordeste.
Em 1972 foi contratado pelo programa Silvio Santos (São Paulo) depois de ter conseguido nota 5 de todos dos jurados na sequencia de calouros, inclusive de José Fernandes que o contratou para trabalhar com ele no Rio De Janeiro.
 Assinou contrato com a EQUIPE DISCOS onde gravou seu quarto compacto com as musicas:

1.Todo azul a se perder - Luis Carlos Magno & Luiz Cavalcanti
2.Não interessa - Nelson Correa & Sergio Adriano

Em 1985 Assinou contrato com a EMI Odeon onde gravou seu quinto compacto
com as músicas:

1.Nossa historia - Francisco Roque & Roberto Nogueira
2.A gente se vê por ai - Eduardo Lages & Carlos Colla

Em 1986 assinou com a gravadora Continental Discos e gravou seu primeiro Long Play
com o titulo "Só vai dar você".

Em 1994 gravou seu primeiro CD com o titulo CLÁSSICOS DA MPB - Serestas.

Roberto Nogueira foi ainda produtor e apresentador da TV Tupi Recife e gerente de 
programação da Caetés FM - emissora dos Diários Associados.
Nasceu no ano 1947 e faleceu aos 68 anos no dia 15 de Outubro de 2015.

terça-feira, 25 de agosto de 2015

terça-feira, 11 de agosto de 2015

sábado, 11 de julho de 2015

OS ANOS 60

Celly Campello a primeira rainha do rock brasileiro

video

OBS: Fechar  o som da Rádio.

terça-feira, 23 de junho de 2015

50 ANOS DEPOIS

Os Nossos Ídolos Ontem e Hoje
50 ANOS DEPOIS

ADILSON RAMOS

ALBERT PAVÃO

ARY SHANCHES

BOBBY DI CARLO

CARLOS GONZAGA

CLAUDIO FONTANA


DEMETRIUS

DENISE BARRETO

EDUARDO ARAUJO

ELIZABETH

ENZA FLORI

ERASMO CARLOS

GEORGE FREEDMAN

THE GOLDEN BOYS E TRIO ESPERANÇA

JERRY ADRIANI

KATIA CILENE

LENO E LILIAN

MARIO CÉSAR

MARITZA FABIANE

MARTINHA

REYNALDO RAYOL

ROBERTO CARLOS

ROBERTO NOGUEIRA

RONNIE VON

ROSEMARY

SÉRGIO REIS

TONY CAMPELLO

VANUSA

WALDIRENE

WANDERLÉA

WANDERLEY CARDOSO